domingo, 12 de julho de 2015

A estrutura



À poucos dias dei uma queda e bati com o fundo das costas no chão apesar de ter passado muito mal e de ter deslocado uma vértebra o pior não aconteceu. O especialista falou que eu tenho as vértebras da coluna grossas e por isso não partiu. Então eu fiquei a pensar, não aconteceu o pior porque eu tinha uma estrutura boa, se a estrutura fosse mais frágil teria partido e poderia estar em uma cadeira de rodas. 
Olha a importância de nós termos uma boa estrutura. 

Se a nossa estrutura com Deus for forte, podem vir perseguições, injurias, todo o mundo contra nós, podemos ate sofrer, mas não partirá a nossa comunhão com Deus, mas se a estrutura for fraca... por qualquer batida, qualquer problemazinho desmorona uma vida inteira com Deus, muitos saem da igreja, dizem que Deus não existe, isto tudo porque a estrutura é frágil.


Vamos fortalecer a nossa estrutura com Deus?

terça-feira, 30 de junho de 2015

Você quer descansar?



Estes dias ouvi a seguinte expressão "Somos filhas de Deus, também merecemos descansar".

Quando ouvi esta expressão não raciocinei, mas lendo em Josué 10:7 entendi que essa expressão está totalmente desajustada. Josué é considerado forte e corajoso, ele liderou a conquista à terra prometida, cumpriu a vontade de Deus para o Seu Povo, mas o que está escrito na palavra de Deus é que Josué imediatamente se pôs em marcha, tendo marchado toda a noite ele atacou os inimigos, não está escrito que ele descansou.

Engraçado, toda a gente quer descanso porém os que querem conquistar são destemido, logo começam a marchar e só descansam depois que conquistam. Quem realmente quer vencer não descansa na fé, ele não pára até alcançar!

segunda-feira, 29 de junho de 2015

O povo de Gibeom



O Povo de Gibeom, sabendo das maravilhas que O Senhor havia feito e da ordem dada aos filhos de Israel de destruir todas as cidades por onde passava, astutamente se disfarçou para conseguir um tratado de paz com Josué. Apesar da maneira errada que utilizaram para o conseguir, tendo ficado por servos, e aparentemente numa situação desfavorável, mas a realidade é que eles não foram exterminados como os outros povos, mas ainda conseguiram a protecção dos filhos de Israel.



Quer dizer, quando nos submetemos a Deus, apesar dos nossos erros, herdamos o direito à protecção de Deus, nós ficamos sobre a guarda do Altíssimo, enquanto Lhe formos fieis.

Outros povos nas mesmas circunstancias do povo de Gibeom, decidiram enfrentar o povo de Deus e acabou por ser exterminado, a realidade é que eles sabiam do que Gibeom havia feito, ou seja, poderiam ter feito o mesmo, se sujeitado a Deus, mas decidiram por enfrentar e guerrear contra o povo de Deus e acabou sendo exterminado como todos os outros povos.

A diferença entre os que se sujeitam a Deus e os que se rebelam contra Ele. Não seja rebelde, se humilhe e se sujeite a Deus, de certo, Ele prontamente corre para o proteger!

sábado, 20 de junho de 2015

Os Dez Mandamentos



Estou a assistir a novela os Dez Mandamentos e estou a amar! 

Mas como é óbvio, venho reflectindo em algo muito importante, Deus sempre amou o seu povo, como agora, Deus nos ama, a prova é que Ele entregou seu Filho para nos salvar, porque então Ele permitiu aquele povo viver escravizado? 

Creio que a verdadeira resposta para esta pergunta aparece evidente logo após a saída do povo do Egipto, eles eram acomodados. 

 Quando José chamou a sua família para ir morar no Egipto, não era para ali permanecerem eternamente, eu creio que era para eles terem saído de lá há muito tempo, mesmo antes de se tornarem escravos, o problema é que eles se acostumaram com aquela situação, estavam em "banho-maria", se estavam bem ali porque sair? Lembram-se de Abraão? Provavelmente também estava confortável perto da família, mas ele ouviu a voz de Deus quando falou “Vai para uma terra que eu te mostrarei”, ele teve coragem para sair do conforto e obedecer a Deus, e ainda levar a sua família. 

 Voltando ao tempo de Moisés, se observarmos sempre que o povo passava por uma dificuldadezinha lá estavam a desejar voltar para a escravidão.. Então eu penso, como será que Deus via isso? Eu penso que seria como uma faca a espetar o peito de Deus, depois de tudo o que fez para eles saírem daquela miséria, depois de terem implorado para sair de lá agora querem voltar? Estou a prometer-lhes por mim mesmo uma vida maravilhosa e eles querem voltar de novo para a lama? Mas Deus é misericordioso e sempre os guiou rumo à terra prometida, conforme havia prometido. 

 O mesmo acontece connosco hoje, por conta da nossa visão limitada, não conseguimos ver a terra prometida, e quando nos vimos encurralados, como o povo junto ao mar vermelho, muitas vezes ficamos aflitos, ao invés de estendermos o cajado e usarmos uma arma poderosíssima, a nossa fé.

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Colgate - Como tornar o sonho em realidade

 

William Colgate (25 de janeiro de 178325 de março de 1857) foi um inglês-estadunidense que fundou em 1806 uma fábrica de pasta dental que posteriormente tornaria-se a Colgate.1 Magnata estadunidense nascido em Kent, Inglaterra, fundador de uma pequena empresa novaiorquina (1806) que viria se tornar a gigante Colgate-Palmolive. Nasceu na Inglaterra em Kent 25 de janeiro de 1783. Ele era o filho de Robert e Mary (Bowles) Colgate. Seu pai, Robert Colgate por simpatizar com as colônias americanas e discordar do nepostimo inglês, resolveu mudar para os Estados Unidos em 1798. Eles se estabeleceram em Hartford Co.Md. em uma fazenda, o trabalho deles era duro. Willian sempre ajudava o pai na fazenda e procurava sempre formas mais eficientes e rápidas de concluir o trabalho, mas ainda assim sua família não conseguia se recuperar financeiramente. Devido a ruína que atravessava seu pai se propõe a vender os animais, pois o dinheiro não dava para todos.
William diz ao pai para não vender os cavalos, senão não teria como trabalhar, e que iria tentar a vida na cidade, que havia orado muito e acreditava que se fosse para cidade conseguiria ganhar dinheiro e ajudá-los. Seu pai acaba concordando relutante sabendo no fundo do coração que seria melhor assim. A mãe ao ouvir a notícia começa a chorar, depois de se acalmar pede ao filho para ler Malaquias 3:10 em voz alta, e ele lê
Cquote1.svgTrazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa. e provai-me nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, seu Eu não vos abrir as janelas do céu e não derramar sobre vós benção sem medida.2Cquote2.svg
Malaquias 3:10

Sua mãe pede para que ele não se esqueça disso. William tinha 16 anos de idade quando deixou a casa dos pais, no caminho encontrou um velho que orou com ele e falou: "'Alguém' será brevemente, o principal fabricante de sabão em Nova Iorque. Espero que seja você. Seja homem prudente. Dê seu coração a Cristo. Lhe entregue de cada dólar que você receber, a parte que lhe pertence. Faça um sabão honesto, no peso dê uma libra inteira (454 gramas, ou seja, fácil de manusear e barato). Sei que você será abençoado." Chegando em Nova York com dificuldade, conseguiu emprego. Começou a trabalhar como aprendiz de uma caldeira de sabão e aprendeu o negócio.
Lembrando-se das palavras do velho e dos conselhos da mãe começou a frequentar uma igreja no seu bairro e logo que recebeu o primeiro salário entregou o dízimo. William tinha espírito empreendedor, sabia ver os erros administrativos com facilidade, o patrão dele percebendo a capacidade de William o fez sócio. Em 1811 ele se casou com Miss Mary Gilbert, filha de Edward Gilbert. Não se esqueceu de ajudar os pais comprando-lhes uma fazenda no município vizinho. Procurou sempre ajudar os pais no que era necessário.
Inicialmente instalado na Dutch Street, em New York City, dedicou-se à venda de goma, velas e sabões de produção caseira e, no ano seguinte, associou-se com Francis Smith, fundando a Smith & Colgate. Depois (1813) comprou a parte de Smith e associou-se ao irmão, Bowles Colgate, alterando o nome da empresa para William Colgate & Co. Revelando, desde sempre, uma forte orientação para a comunicação, sua arrancada para o sucesso deu-se inicialmente a partir de uma arrojada e inovadora campanha de divulgação (1817), anunciando os seus produtos em jornais e colando cartazes pelas ruas da cidade. Tornou-se conhecido como o magnata do sabão e fundou o Colgate College, Hamilton, NY, hoje uma importante universidade norte-americana. Faleceu em New York e seu corpo foi enterrado no Green-Wood Cemetery, Brooklyn, New York, USA. Após a morte do seu fundador a companhia passou a ser chamada de Colgate & Company (1857). Após seis anos de pesquisa com perfumes e essências, lançou no mercado (1872) o seu primeiro sabonete perfumado, o Cashmere Bouquet, que se manteve na preferência de muitos consumidores norte-americanos durante cerca de 120 anos. As inovações foram surgindo e, no ano seguinte, foi lançado o produto que viria revolucionar a imagem da empresa: o creme dentifrício Colgate. Inicialmente comercializado em latas, depois (1896) passou a ser embalado em tubos de formato muito semelhantes aos atuais. Anos depois (1928), associou-se à Palmolive-Peet Company, que se dedicava ao fabrico de sabonetes, constituindo assim a Colgate Palmolive-Peet Company. Aproveitando a notoriedade dos seus produtos, nomeadamente a pasta dentífrica Colgate e o sabonete Palmolive, a nova companhia alargou as suas vendas e mesmo durante a II Guerra Mundial, manteve-se na vanguarda das inovações. No final da guerra (1945) lançou um novo produto, na categoria de limpeza caseira, o Ajax, passando, assim, a atuar em três mercados diferentes: a higiene oral, pessoal e limpeza caseira. Na década seguinte (1953) a empresa adotou a sua atual denominação social: Colgate-Palmolive.
 
Fonte: Wikipédia
 
 
O que achei mais interessante nessa história é que não apenas ele foi fiel em devolver para Deus o que era dEle, mas como ele nunca deixou de ajudar os pais, aliás, ele não apenas dava o dizimo, ele era dizimista. E por ser fiel e obediente conquistou.
 
Não é para todos, mas os que são fieis e se unem a uma fé inteligente, vencem!!
 

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

O conhecimento de sabedoria


"Para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos dê em seu conhecimento o espírito de sabedoria e de revelação;
Tendo iluminados os olhos do vosso entendimento, para que saibais qual seja a esperança da sua vocação, e quais as riquezas da glória da sua herança nos santos;"
Efésios 1:17-18
 
Um dia destes alguem me falou que não via a prioridade em receber o Espirito Santo. Ao ler essa passagem lembrei, não são todos os que recebem o entendimento, mas apenas os que dão ouvidos ao Pai. A partir do momento em que decido dar ouvidos à voz de Deus, então Ele coloca em nós o Espirito de entendimento, de sabedoria, Ele abre os nossos olhos para coisas magnificamente grandes, Ele nos revela a Sua Glória e o Seu poder.
É verdade, não é para todos, mas somente para aqueles que se entregam para Ele :)
 
"Tem-se mostrado recetivo à aprendizagem que o Espírito Santo tem para lhe transmitir?
Abra o seu coração para as coisas de Deus e permita-se a conhecê-Lo melhor."
Retirado do livrinho 21 dias Jejum de Daniel no monte Hermom
 
Alzira
No 4º dia do Jejum de Daniel

Nascer do sol

Quem já viu o nascer do sol?






 
A cada segundo, a cada minuto vai ficando mais claro até aparecer os primeiros raios de sol.
É magnifico saber que a cada novo dia Deus nos dá mais uma oportunidade para mudarmos de vida. Para você que pensa que não tem mais geito, te digo, tem sim! O próprio Deus te dá essa oportunidade, agarra-a com todas as tuas forças e muda a tua história!!

 
O novo dia nasce para todos, para que todos tenham a oportunidade.
Estas a ver um novo dia nascer?
É a tua oportunidade, agarra-a agora mesmo!!!

Filhos de Deus


"Com o fim de sermos para louvor da sua glória, nós os que primeiro esperamos em Cristo;
Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa;
O qual é o penhor da nossa herança, para redenção da possessão adquirida, para louvor da sua glória."

Efésios 1:12-14

Os que primeiro esperam em Cristo são aqueles que colocam a vontade de Deus acima das suas vontades, esses são para louvor da Gloria de Deus. Para esses o selo do Espírito Santo é o bem mais precioso pois se torna o penhor da nossa herança com Cristo, é o cumprimento da promessa de nos tornarmos filhos de Deus, junto com o nosso Senhor Jesus

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Predestinados para Deus

 
"Assim como nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensiveis perante ele, e em amor nos predestinou para ele,"
 
Deus nos escolheu, não para sermos rebeldes mas para sermos santos, ou seja, para nos desviarmos do mal e andar segundo os Seus mandamentos, sem mentiras, prostituição, idolatria, bebedices, porfias, contendas, etc.
 
Somos escolhidos dEle, não apenas para sermos uma benção mas para sermos amados por Ele e para O amrmos acima de todas as coisas.
 
Só existe uma maneira de receber o Espirito Santo é considera-lo acida de todas as coisas é torná-lO a pessoa mais importante da tua vida.
 
Então se alguem ou alguma coisa tem estado no teu caminho que te impede de receber o Espirito Santo, está na hora de arrancar isso, vai ter que ser uma atitude de coragem, pois muitas vezes são pessoas queridas, mas se estás determinado a receber o Espirito Santo, tens de abdicar das tuas vontades.
 
Bom dia
No jejum de Daniel
Alzira